pt

ANTENNA END_FED ou ANTENA ALIMENTADA NO EXTREMO

CT1BAT - Sun, 05/05/2019 - 11:46

Não sou fã de antenas alimentadas no extremo, sejam elas de comprimento aleatório (End_Fed), de meia-onda (EFHW) ou de fio longo (LongWire com 1  l de comprimento) devido, fundamentalmente às suas caraterísticas (elevada carga no extremo do fio), às condicionantes da instalação (necessidade de terra/de contrapeso, ângulo de instalação e distância em relação à terra, ...) aos cuidados necessários para que a malha do coaxial não irradie, ao seu caráter ruidoso e (muito importante!) à direcionalidade, quase, limitada ao sentido do fio.Para avaliar tudo isto e mais, são necessários conhecimentos que, na generalidade, os amadores não têm e aparelhos de medida adequados. Contudo, hoje, a Internet é um enorme poço de conhecimento e experiências para quem quer saber mais ou, simplesmente, “o porquê das coisas”. Assim o espírito do radioamador os ilumine!
Contudo, alguns fins justificam os meios! - Descrição simplificada do projetoQueremos levar para o campo condições de comunicação em 7023-7026khz e estamos limitados no peso a deslocar; não temos, nem tempo, nem condições de instalação e afinação de antenas no local: apenas podemos transportar um emissor QRP de CW, um rolo de fio e pouco mais; como usamos baixa potência (0,8W) não podemos desperdiça-la com sintonizadores, medidores ou fichas e outros adereços... temos de “casar” simplesmente o emissor com a antena e... rápidamente!
 Claro que necessitamos de algum material, como
  • um coaxial para a baixada (da antena ao transcetor) e de
  • um adaptador de impedância de 64:1, já que teremos no fio uma impedância à volta dos 3 mil e tantos Ohm/We 50W no TRX.

Não temos condições para a ligação à terra, nem do uso de contrapeso (pedaço de fio em oposição à antena/ligado à malha) nem carregar com sintonizadores de antena/antenna tuner (não tenho nem uso/trabalho com antenas ressonantes!). Precisamos de simplificar e, assim, teremos de levar feito e afinado.Podemos comprar (bom e caro de fábrica ou montado por “comerciantes de oportunidade” ou... meter as mãos na massa!)Afinar somos Radioamadores: “...estudo, experimentação...”! Fica bem mais barato e funciona: aprendemos e divertimo-nos a fazer.Aqui fica a lista do material necessário:
  1.  1 toroide 114-43;
  2.  2m de fio esmaltado 0,5mm
  3.  1 condensador de 120pF 1000V
  4.  1,20m de coaxial 50 W (eu usei RG174)
  5.  1 parafuso com porca de orelhas;
  6.  1 placa de acrílico/plástico e 4 cintas de serrilha;
  7.  1 ficha para ligar ao E/R e
  8.  20,50m de fio (eu usei o que tinha: 0,5mm multifilar).


 Construção do transformador de impedância
1.     Dobre 10cm do fio, sobre o restante e torça até que fiquem bem enrolados;2.      Dê 2 voltas da parte entrançada no toroide. Deixe as 2 pontas e continue a enrolar, apenas, o fio único até concluir 8 voltas (do fio único);3.   Encaminhe o fio para o lado oposto do toroide e dê mais 8 voltas ao contrário;4.      A ponta do fio prenda/ligue ao parafuso.5.    As pontas que deixou no inicio ligue, a entrançada ao vivo do coaxial e a ponta de fio único à malha.      Solde (uma ficha é mais "perdas" a somar!)
A “apresentação” é a gosto! (chapa de acrílico/caixa bonitinha/ lata da graxa... tem muitas ideias na Internet)
Vamos afinar...
Pendure o transformador a 2m de altura (para que o cabo desça, na vertical, ao transcetor) afastado de obstáculos (prenda com uma corda para um lado, antena para outro cf. imagem). Prenda a outra extremidade do fio (antena) com uma corda para poder baixar/subir.
Esteja ciente de que a variação, em altura, influi na ROE (proximidade da terra/obstáculos  e no ângulo de fogo/direcionalidade (eu deixei a 5m de altura, em terra=experiência de “outras batalhas”). A afinação é feita no comprimento do fio/antena (encurtando).

O resultado?!?
Note que:
- este resultado corresponde às medidas indicadas. Se optar por outro material (toroide/secção de fio/comprimento ou tipo de coaxial, ...) o resultado será diferente.-  a mesma antena não funciona exatamente igual em dois lugares diferentes devido às condições de instalação, mas... andará lá próximo!

Assim, é só chegar ao campo, prender as duas pontas e...  emissor no ar!
O custo?!? – Insignificante! O preço de um toroide (3/5€ no eBay) e um retalho de fio da sucata!


Mãos à obra e... divirtam-se!
73 from
 José Machado


Categories: pt

Joaquim de Paula Pereira (SK)

CRAM - Mon, 22/04/2019 - 04:31

Por Adinei Brochi, PY2ADN

Com profundo pesar comunico o falecimento, ocorrido hoje, dia 21 de abril, na cidade de Franca-SP, do amigo e colega Joaquim de Paula Pereira – PY2JPP, também conhecido na faixinha de 7600 como F52. O Joaquim era extremamente ativo em 40 metros AM e o projeto de seu transmissor Porvinha se imortalizou na faixa.

Extremamente prestativo e atencioso, o Joaquim era um grande incentivador dos novatos e principiantes em montagens, fornecendo dicas técnicas, esquemas, placas e componentes. Inúmeros colegas receberam seu famoso “pacotinho” contendo um kit completo das placas e dos componentes do Porvinha.

Com seu passamento, o Radioamadorismo perde mais um de seus grandes incentivadores!

Aos amigos e familiares, nossos sinceros sentimentos.

73,

Adinei PY2ADN

Veja mais:

Esquema elétrico do Porvinha

Porvinha operando digital:



Categories: pt

Es'hail2: Antena para 2.4GHz

CT1BAT - Tue, 12/03/2019 - 21:57
Comentava, há dias, um colega radioamador (militante!) que desde o aparecimento do hail2 o preço das antenas disparou, os stocks na UE esgotaram e os preços ultrapassaram os limites do concebível.
Foi um desafio e proporcionou-me uma tarde "bem passada", com recurso à sucata e onde o gozo da construção/afinação foi (muito!) maior que o custo do material (insignificante...).
Disco: 14cm
Comprimento: 14,37cm
Ganho: 10,27dBi
Calculadora recomendada: http://jcoppens.com/ant/helix/calc.en.php 
Disponham.




Categories: pt

Thu, 01/01/1970 - 01:00
Syndicate content