Pós-verdade e fatos alternativos da IARU

A reação de Don Beattie, G3BJ, presidente da IARU Região 1, para a recente declaração da EURAO está cheia de erros, meias verdades e fatos faltantes. Então, o "contexto" que ele oferece em seu post é tendencioso e incompleto. Vamos ao lado escondido.

Para começar, um "pequeno erro" está na data da sua primeira carta. Para ser preciso, a própria carta (um pdf) não tem data, mas o email a que foi anexado foi enviado em 5 de novembro de 2015. Não em agosto.

O que aconteceu em agosto? A EURAO assinou uma Carta de Entendimento com a CEPT/ECC.

O que aconteceu antes? A IARU tentou bloquear a participação da EURAO na CEPT. Este fato real é refletido nas atas da CEPT.

No meio, certamente Don Beattie e Timothy S. Ellam, VE6SH, presidente da IARU, visitaram nosso estande na exposição HAM RADIO 2015 em Friedrichshafen para conversar e conhecer mais sobre a EURAO. Isto foi no final de junho e a reunião durou cerca de vinte minutos.

Eu mesmo forneci todas as informações que pediram e expressei nossa predisposição para colaborar. No final, perguntei se eles queriam dar alguma explicação sobre sua organização ou colocar qualquer proposta sobre a mesa, mas eles disseram que eles apenas vieram ouvir. Nada mais.

Claro, eu falei-lhes, entre outros tópicos, sobre QSLs para não-membros e a famosa Resolução IARU 89-5. Eu reivindiquei cartas e e-mails sem resposta sobre este assunto enviado em 2013 para o secretário da IARU em Newington (EUA). Silêncio.

Nos últimos dois anos troquei dezenas de e-mails com Don sobre diferentes tópicos. Então ele não pode dizer que não há resposta da EURAO. Por exemplo, a única resposta que entendi sobre a resolução 89-5 foi: "A IARU não tem poder para fazer valer sua vontade em suas sociedades membros". O quê? Então, que tipo de confiança os seus compromissos terão?

Você realmente quer colaborar, Don? Colaboração completa e sincera? Colaboração geral ou apenas no âmbito da CEPT? Ou você só quer submissão e silêncio? Uma desculpa para incluir algumas linhas vazias nas atas IARU?

Por que ele não explica publicamente, porque eles não queriam concordar com as modificações das recomendações da CEPT antes do encontro do grupo de trabalho oficial em Bordéus em outubro de 2016? Por que eles mantiveram uma posição invariável e intransigente? Não foram oferecidas concessões da IARU, apenas a vontade de consenso das autoridades da CEPT teve algumas pequenas variações.

Eles querem impor o seu "código de conduta e autodisciplina" a outros quando eles não conseguem impor as suas próprias resoluções aos seus membros? Parece incrível, mas é assim.

A proposta de reunião de Don soa mais como um ultimato do que uma sincera oferta de diálogo. É pegar ou largar. E se assim não for, nunca mais. Don, a sua "oferta" é um prazo de validade? Este é o conceito de serviço aos radioamadores que você possui?

Talvez a principal diferença entre nós seja o nosso foco no verdadeiro espírito de radioamador e a sua mente orientada para o negócio. Como novatos, uma reunião "profissional" não parece a coisa mais grande que podemos esperar. Desculpe pelo novo desapontamento, Sr. Decepcionado.

Eu poderia dizer mais, mas por enquanto acho que é suficiente.

Caro Don, sugiro que encontre algum tempo em Friedrichshafen para nos trazer algumas respostas às nossas perguntas. Dependendo de como são, cinco minutos serão suficientes. Não precisa de um longo e chato dia cheio, ninguém pediu. Inverter a história de desconfiança levará mais tempo e algumas concessões, mesmo pequenas, da sua parte serão absolutamente necessárias. Eu sei que você não está acostumado a fazê-lo, mas não vejo outra saída.

Pense nisso. Vejo você em Friedrichshafen.

Joan-Carles Samaranch, EA3CIW
Secretário-Geral da EURAO

P.D.: Felizmente, a EURAO não tenha "dificuldades orçamentárias", só administra o dinheiro de forma responsável. Eu leio o seu relatório financeiro e talvez você devsse começar a fazer o mesmo, não deveria?